BCG

R$180,00

BCG

R$180,00

Protege contra a tuberculose.

Fora de estoque

Avise-me quando o item estiver de volta ao estoque

Descrição completa

A tuberculose é uma doença com alta prevalência no Brasil, em especial nas formas pulmonares, mas capaz de levar a casos muito graves como a “meningite tuberculosa”, cujo diagnóstico não é fácil e com alto risco de sequelas definitivas. Para prevenir estas e outras formas da tuberculose, a BCG deve ser dada ainda na maternidade em todas os recém nascidos sem contra indicações. Infelizmente o Brasil vem passando por uma grave crise de desabastecimento desse imunizante nos últimos amos anos, comprometendo a imunização dos bebês. A Hepatite B é uma doença viral, potencialmente grave para bebês, com risco de causar hepatites muito graves, inclusive com perda do fígado. Ela pode ainda levar a quadros crônicos de cirrose.
BCG – A vacina é indicada de rotina a partir do nascimento até antes de a criança completar 5 anos de idade. Ela deve ser dada antes da criança receber alta da maternidade. Hepatite B – Junto com a BCG, deve ser dada ainda na maternidade, preferencialmente antes da alta.
BCG – frasco multidoses intradérmica (braço direito) e hepatite B seringa individual intramuscular
A BCG pode deixar uma “bolhinha” (vesícula/pústula) no local da aplicação. Geralmente ela evolui com uma cicatriz local, que é típica da BCG. Importante ressaltar que esta é uma reação esperada! Hepatite B tem pouquíssimas reações, sendo do local, endurecimento, inchaço e vermelhidão. Além disso, a febre pode ocorrer em ambos imunizantes.
A BCG não deve ser aplicada em bebês com menos de 2kg, por questões técnicas de segurança. Em raros casos, crianças em investigação de imunodeficiências, devem ter sua vacinação prorrogada.
plugins premium WordPress