Rotavírus Pentavalente – Rotateq

R$320,00

Rotavírus Pentavalente – Rotateq

R$320,00

 

Protege contra 5 tipos de Rotavírus causadores de gastroenterite aguda

Descrição completa

O Rotavírus é uma das principais causas de doença diarreica agora em crianças menores de 5 anos. Diferente de outros vírus, este tem um alto potencial de causar doença grave, gerando necessidade de internações e alto risco de desidratação, além de expor a criança a infecções por outros agentes, como bactérias. Além da diarréia, este vírus pode causar complicações graves, como a invaginação intestinal, sangramentos e perfurações. A vacinação completa, em especial contra os 5 principais sorotipos de vírus, oferece uma proteção ampla e segura contra esta doença. A vacina é composta por cinco tipos de rotavírus vivos “enfraquecidos” (atenuados). Pontos importantes: Não há recomendação para cuidados especiais com as fraldas após a vacinação, além da habitual lavagem adequada das mãos. Sintomas de eventos adversos graves ou persistentes, que se prolongam por mais de 24 a 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser investigados para verificação de outras causas.
Bebês de 6 semanas a 8 meses e 0 dias. A primeira dose deve ser obrigatoriamente aplicada até a idade de 3 meses e 15 dias, e a última dose até os 7 meses e 29 dias. Não respeitar esta agenda, e insistir na imunização, pode gerar consequências graves à criança. IMPORTANTE: Bebês de mães portadoras do vírus HIV podem ser vacinados se não tiverem sinais de deficiência imunológica. Não há problema em vacinar bebês que convivem com pessoas com deficiência imunológica.
Gotinhas via oral. Importante ressaltar que não é preciso dar outra dose se o bebê golfar ou regurgitar após tomar a vacina.
Sintomas de gastroenterite ocorrem em menos de 10% dos vacinados. Mas também é possível que ocorra: constipação intestinal, desconforto/cólicas, pequenos sangramentos ou presença e muco nas fezes. Alteração de volume, cor e/ou aspecto das fezes.
Crianças fora da faixa etária citada acima; com deficiências imunológicas por doença ou uso de medicamentos que causam imunossupressão; com alergia grave (urticária disseminada, dificuldade respiratória e choque anafilático) provocada por algum dos componentes da vacina ou por dose anterior da mesma; e com doença do aparelho gastrintestinal ou história prévia de invaginação intestinal.
plugins premium WordPress