Rhophylac® [imunoglobulina antiRh(D)]

R$450,00

Rhophylac® [imunoglobulina antiRh(D)]

R$450,00

Imunoglobulina Anti Rh(D), anticorpos destinados a pessoas com anti Rh(D) negativo, ou seja, com sangue fator RH negativo em contato com sangue fator Rh(D) positivo. Uso mais comum em gestantes.

Descrição completa

O Rh é uma parte do nosso sangue (lembra, aquele que chamamos de positico ou negativo!?), que na maioria das vezes não deve ser misturado. Em algumas ocasiões, como por exemplo no parto, há uma mistura do sangue da mão e do bebê, sendo indicada profilaxia. Profilaxia de rotina ante parto (prevenir a imunização devido a uma hemorragia fetomaternal espontânea durante o último trimestre de gravidez); profilaxia pós-parto (para prevenir a imunização da mãe Rh(D)-negativa após o parto de uma criança (Rh(D)-positiva); complicações na gravidez; tratamento de pessoas Rh(D)-negativas após transfusão incompatível de sangue Rh(D)positivo ou concentrado de eritrócitos e prevenção de imunização em pessoas Rh(D)-negativas, as quais por qualquer motivo receberam sangue ou componentes contendo sangue Rh(D)-positivo
Precisa de indicação médica. 1. Prevenção da imunização ao Rh(D) em mulheres Rh(D) negativas: Profilaxia ante parto: recomenda-se dose única de 300 microgramas (1500 UI) administrada pela injeção intravenosa ou intramuscular na 28ª até a 30ª semana de gestação. 2. Profilaxia pós parto: Na administração intravenosa, 200 microgramas (1000 UI). Se a administração for intramuscular, recomenda-se 200 microgramas (1000 UI) a 300 microgramas (1500UI). Deve ser administrado o mais breve possível dentro de 72 horas após o parto. A dose pós parto deve ser dada mesmo quando a profilaxia ante parto foi administrada. Se houver suspeita de uma grande hemorragia feto materna (maior que 4 mL (0,7% a 0,8% das mulheres), por exemplo no caso de anemia fetal ou morte fetal intra uterina doses adicionais de anti-D devem ser administradas: 20 microgramas (100UI) para cada 1mL de células vermelhas de sangue fetal;1 Profilaxia após complicações da gravidez: Intervenções e incidentes ocorridos até 12 semanas de gestação: 200 microgramas (1000 UI) por injeção intravenosa ou intramuscular, tão logo quanto possível e no máximo 72 horas após o evento de risco. 3. Intervenções e incidentes ocorridos após 12 semanas de gestação: No mínimo 200 microgramas (1000UI) devem ser administrados por injeção intravenosa ou intramuscular, tão logo quanto possível e no máximo 72 horas após o evento de risco.
Intramuscular e profunda.
Dor, hematoma e inchaço no local.
Reações a doses anteriores.
plugins premium WordPress